Newsletters

Email:

Categoria:

Assinar Remover

Notícias
PDF
Imprimir
E-mail

03/03/2011
Insatisfeita com PDT, Dilma veta presença do partido em reunião

A presidente Dilma Rousseff impôs um inédito veto à participação do PDT na reunião realizada nesta quarta-feira (2) no Palácio do Planalto com os líderes aliados da Câmara.

O veto foi um recado para mostrar a insatisfação com sigla do ministro Carlos Lupi (Trabalho), que defendeu salário mínimo de R$ 560, e não o de R$ 545 definido pela equipe econômica.

O ministro das Relações Institucionais, Luiz Sérgio, disse que o encontro foi para líderes que "estavam 100% afinados com o governo".

Deputados disseram que a presidente não falou sobre o assunto durante o encontro, mas que agradeceu a "unidade" e o "bom desempenho" nas votações da Casa.

À Folha o líder do PDT, Giovanni Queiroz (PA), disse ter ficado "muito confortável" com o fato de não ter sido convidado para a reunião com Dilma. "Se fosse convidado, não iria mesmo. E seria indelicado recusar um convite da presidente".

Dos 26 deputados federais do PDT presentes na sessão que votou o mínimo, 9 votaram contra o governo.

Apesar da situação, o deputado disse que a ausência do PDT na reunião não significa que o partido está fora da base aliada do governo. "Nós somos aliados, não subordinados", afirmou.

O deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), presidente da Força Sindical, não quis falar n quarta-feira (2).

Na página da central na internet, porém, ele publicou artigo intitulado "Decepção com o início do governo", com crítica a Dilma. Mas diz que, "apesar disso, o movimento sindical não pretende romper com a presidenta".

Em uma entrevista ao portal Terra Magazine, o deputado foi ainda mais duro: "Se o PT abandonou os trabalhadores, a culpa não é nossa. Manda o PT se f... Estou de saco cheio deles já".

Na Câmara, o governo conseguiu aprovar salário de R$ 545 com larga margem de votos e com o total apoio do PMDB. No PT, foram duas traições.

No Senado, o apoio majoritário se reproduziu com poucas defecções na base governista. A lei, inclusive, já foi sancionada.

Durante a reunião de quarta-feira, Dilma informou que pretende, a partir deste mês, retomar as reuniões do Conselho Político, fórum utilizado pelo ex-presidente Lula para manter uma ponte com aliados do Legislativo.

Devido a uma norma do governo, os líderes partidários tiveram que deixar seus celulares do lado de fora da sala onde se encontraram com Dilma. (Fonte: Folha de S.Paulo)







Mais Informações

2ª via da carteirinha

Solicitação de 2ª via da carteirinha de sindicalizado. É necessário levar 1 foto 3x4 recente na sede do Sindicato.

Formulário de Solicitação clique aqui!

Horário de Atendimento

Segunda a sexta-feira, das 9h às12h e das 14h às 18h.

Informações via email clique aqui!

Atualização de Dados

Para que você possa estar sempre informado e receber nossas notícias é necessário atualizar online os seus dados cadastrais sempre que houver alguma mudança.

Clique aqui para atualizar seus Dados!

Número de Visitantes

Prezado visitantes agradecemos seu acesso em nossa página! Seja bem-vindo(a) sempre que necessário.



Usuários online 964362 Total de Visitas