Newsletters

Email:

Categoria:

Assinar Remover

Notícias
PDF
Imprimir
E-mail

03/03/2010
Lula rejeita “conselhos” dos EUA sobre o Irã

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quarta-feira (3) que não é prudente "encostar o Irã na parede", mas sim investir no diálogo para resolver o impasse sobre o programa nuclear de Teerã.

As declarações foram feitas pouco antes de um encontro de Lula com a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, que busca o apoio do Brasil, que ocupa uma cadeira rotativa no Conselho de Segurança da ONU, para impor sanções ao Irã por seu programa nuclear.

"O Brasil mantém sua posição. O Brasil tem uma visão clara sobre o Oriente Médio e sobre o Irã. O Brasil entende que é possível construir outro rumo. Eu já disse que para [o presidente americano Barack] Obama, [o líder francês Nicolas] Sarkozy, não é prudente encostar o Irã na parede. O que é prudente é estabelecer negociações", disse Lula a jornalistas.

"Eu quero para o Irã o mesmo que quero para o Brasil: utilizar o desenvolvimento da energia nuclear para fins pacíficos. Se o Irã tiver concordância com isso, terá apoio do Brasil. Se quiser ir além disso, o Irã irá contra ao que está previsto na Constituição brasileira e, portanto, não podemos concordar", acrescentou o presidente.

Lula disse ainda que, por querer "uma conversa franca com o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, é importante que "todos saibam" o teor da conversa que terão com o Irã. "Se há um país que pode dar lição ao mundo sobre comportamento de paz é o Brasil", afirmou.

O presidente voltou a defender o uso de energia nuclear para fins pacíficos. "Se o Irã tiver concordância com isso, o Irã terá o apoio do Brasil", afirmou Lula.

Sobre um possível pedido de apoio da secretária dos EUA em relação ao Irã, Lula disse que a questão deve ser tratada com o chanceler Celso Amorim.

"Primeiro, ela não deve pedir a mim, ela deve pedir ao Celso Amorim. Eu estou recebendo a secretária Hillary a pedido do companheiro Celso Amorim, mas as negociações que ela tem que fazer e os assuntos que ela tem que tratar são com o ministro Celso Amorim", disse.

Visita

Hoje no Congresso, Hillary pediu aos presidentes da Câmara e do Senado, Michel Temer (PMDB-SP) e José Sarney (PMDB-AP), ajuda do Brasil para evitar a proliferação mundial de armas nucleares. Na conversa, Temer defendeu o diálogo para a solução de conflitos internacionais em meio à disposição do governo norte-americano em convencer países latino-americanos a endurecer sanções contra o Irã.

A secretária vai pedir ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva para endurecer o tom com o Irã. Segundo Sarney, a secretária expressou o desejo de convencer países aliados a lutarem contra as armas nucleares.

O presidente da Câmara disse que transmitiu à secretária de Estado a "vocação" pacífica do povo brasileiro. "Ela registrou que era vocação do povo americano. Falou do Irã, mas saiu daqui com a convicção de que o Brasil tem essa capacidade de dialogar internacionalmente e ajudar na solução dos conflitos", afirmou.

Hillary defende que o governo brasileiro apoie o endurecimento das sanções contra o Irã, para tentar forçá-lo a manter o programa nuclear nos limite do uso pacífico. Na conversa com os parlamentares, segundo Sarney, a secretária disse que o governo iraniano tem como objetivo conquistar hegemonia em todo o Oriente Médio com o seu poder bélico.







Mais Informações

2ª via da carteirinha

Solicitação de 2ª via da carteirinha de sindicalizado. É necessário levar 1 foto 3x4 recente na sede do Sindicato.

Formulário de Solicitação clique aqui!

Horário de Atendimento

Segunda a sexta-feira, das 9h às12h e das 14h às 18h.

Informações via email clique aqui!

Atualização de Dados

Para que você possa estar sempre informado e receber nossas notícias é necessário atualizar online os seus dados cadastrais sempre que houver alguma mudança.

Clique aqui para atualizar seus Dados!

Número de Visitantes

Prezado visitantes agradecemos seu acesso em nossa página! Seja bem-vindo(a) sempre que necessário.



Usuários online 963052 Total de Visitas