Newsletters

Email:

Categoria:

Assinar Remover

Notícias
PDF
Imprimir
E-mail

18/11/2009
40 horas: Temer faz nesta quinta (19) reunião com sindicalistas e empresários

"Vai ser a primeira de uma série de reuniões que têm como objetivo encontrar uma proposta de consenso. Até porque, sem consenso, não há como a matéria ir à votação", afirma Paulinho, que disse que Lula pediu a Temer a realização dessas reuniões, buscando o fim do impasse

O impasse com relação à redução da jornada para 40 horas começa a ser desatado, nesta quinta-feira (19), com uma reunião às 10h30 no gabinete do presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB/SP).

A avaliação é do deputado e presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva (PDT/SP), que nos últimos meses tem se empenhado a fundo para que a matéria vá a votação no plenário.

O encontro com Temer, nesta quinta-feira, deve reunir, pelos trabalhadores, os deputados Paulinho, Vicentinho (PT/SP) e Roberto Santiago (PV/SP), todos sindicalistas, da Força Sindical, CUT e UGT, respectivamente.

Pelos empresários, devem participar o deputado Armando Monteiro (PTB/PE), presidente da CNI, Sandro Mabel (PR/GO), empresário de Goiás, e Albano Franco (PSDB/SE), ex-presidente da CNI.

"Vai ser a primeira de uma série de reuniões que têm como objetivo encontrar uma proposta de consenso. Até porque, sem consenso, não há como a matéria ir à votação", afirma Paulinho.

Lula
Nos últimos dias, e, principalmente após a reunião com dirigentes das centrais, que ocorreu um dia depois da 6ª Marcha a Brasília, dia 11 de novembro, o presidente Lula tem entrado em campo para tentar agilizar a votação da PEC que reduz a jornada de 44 para 40 horas semanais.

Paulinho diz que Lula pediu a Temer a realização dessas reuniões, buscando o fim do impasse.

Temer
Num jantar com pedetistas em Guarulhos, dia 13, Paulinho já havia anunciado o empenho de Lula na questão das 40 horas.

Ele havia participado, no início da noite, de um evento na RedeTV!, e lá Michel Temer teria confidenciado o pedido de Lula pelo apressamento da votação.

Ressalte-se, nessa questão, a coerência de Temer. Ainda em junho, durante o 11º Congresso dos Metalúrgicos de São Paulo, ele garantiu aos congressistas que, se houvesse consenso, ele colocaria rapidamente a PEC das 40 horas em votação no plenário.

Jornada
Até 1988, a jornada legal de trabalho no Brasil era de 48 horas. A redução para 44 foi consequência da forte pressão sindical e do movimento popular, que vivia uma fase de ascensão. (Fonte: Agência Sindical)






Mais Informações

2ª via da carteirinha

Solicitação de 2ª via da carteirinha de sindicalizado. É necessário levar 1 foto 3x4 recente na sede do Sindicato.

Formulário de Solicitação clique aqui!

Horário de Atendimento

Segunda a sexta-feira, das 9h às12h e das 14h às 18h.

Informações via email clique aqui!

Atualização de Dados

Para que você possa estar sempre informado e receber nossas notícias é necessário atualizar online os seus dados cadastrais sempre que houver alguma mudança.

Clique aqui para atualizar seus Dados!

Número de Visitantes

Prezado visitantes agradecemos seu acesso em nossa página! Seja bem-vindo(a) sempre que necessário.



Usuários online 898578 Total de Visitas