Newsletters

Email:

Categoria:

Assinar Remover

Notícias
PDF
Imprimir
E-mail

28/10/2009
Governo pode reduzir permanentemente a tributação de linha branca

Após reunião com representantes do varejo brasileiro, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que o Governo está empenhado em garantir que as vendas do setor continuem altas.

O Governo discute a possibilidade de reduzir permanentemente a tributação do setor de linha branca - geladeiras, fogões, máquinas de lavar.

Ainda não há, porém, decisão, nem em que bases se daria a queda, se nas alíquotas reduzidas atuais ou em alguma faixa intermediária.

O pleito tem apoio em parte do Governo, que considera elevadas algumas alíquotas originais do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), como os 20% antes cobrados das máquinas de lavar.

O debate sobre a redução permanente da carga tributária dos produtos da linha branca ocorre simultaneamente ao da renovação até o fim do ano, ou no máximo até janeiro de 2010, do IPI reduzido para o setor.

Segunda-feira, no seu programa Café com o Presidente, o presidente Lula disse ser preciso mais crédito e desoneração de impostos para incentivar o consumidor brasileiro a comprar o que ainda não tem.

Lula afirmou ainda que a venda de bens de consumo ajuda a girar a economia do Brasil.

A avaliação da Fazenda é que o IPI reduzido não foi integralmente repassado aos preços finais. Além disso, os lojistas exageram nos juros cobrados dos clientes nas operações são feitas no carnê.

O setor varejista, segundo o ministro Mantega, tem várias maneiras de atender isso, incluindo uma redução de margens.

Apesar do pedido, Mantega avaliou que o setor já tem repassado ao consumidor final a redução do IPI e que existe disponibilidade de financiamento.

\"Mas é claro que eu sempre estarei aqui para reclamar taxas de juros ainda mais baixas para o consumidor\", disse.

Varejo
A resposta da presidente do Instituto para Desenvolvimento do Varejo e dona do Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano, que estava ao lado do ministro, foi rápida: \"E nós para pedir impostos mais baixos\".

A empresária se disse otimista sobre a possibilidade de prorrogação do IPI reduzido e afirmou que o setor já está fazendo grandes promoções e tem adotado uma postura agressiva.

Segundo ela, o varejo eleva em cerca de 10 a 15% o nível de emprego entre novembro e dezembro e a decisão neste ano vai depender da resposta do Governo sobre o IPI.

\"O diálogo (com o ministro) foi muito benéfico, bem aberto... mas ele deixou no ar (se vai ou não haver prorrogação)\", disse.

O Governo anunciou em 17 de abril uma redução do IPI para geladeira, fogão, máquina de lavar e tanquinho, como mais uma medida para aliviar os feitos da crise global sobre o País.

O prazo do benefício está previsto para terminar no dia 31 de outubro. (Fonte: Vermelho, com agências)






Mais Informações

2ª via da carteirinha

Solicitação de 2ª via da carteirinha de sindicalizado. É necessário levar 1 foto 3x4 recente na sede do Sindicato.

Formulário de Solicitação clique aqui!

Horário de Atendimento

Segunda a sexta-feira, das 9h às12h e das 14h às 18h.

Informações via email clique aqui!

Atualização de Dados

Para que você possa estar sempre informado e receber nossas notícias é necessário atualizar online os seus dados cadastrais sempre que houver alguma mudança.

Clique aqui para atualizar seus Dados!

Número de Visitantes

Prezado visitantes agradecemos seu acesso em nossa página! Seja bem-vindo(a) sempre que necessário.



Usuários online 898562 Total de Visitas