Newsletters

Email:

Categoria:

Assinar Remover

Notícias
PDF
Imprimir
E-mail

02/07/2012
Em visita à CTB, Brizola Neto defende a necessidade da unidade entre as centrais sindicais

O ministro do Trabalho e Emprego, Brizola Neto, visitou nesta sexta-feira (29) a sede nacional da CTB , onde foi recebido por dirigentes da Executiva Nacional e diversos presidentes de sindicatos filiados à central para uma conversa informal, ocasião em que reafirmou a necessidade de uma pauta conjunta e da unidade do sindicalismo nacional.

“É a partir da unidade que podemos construir uma pauta de reivindicações que garanta mais avanços para os trabalhadores. O Ministério do Trabalho e Emprego quer ser o mediador entre governo, patrões e trabalhadores nesse sentido”, afirmou Brizola Neto.

Para o presidente da CTB, Wagner Gomes, foi uma honra receber o novo ministro, que na próxima semana completa dois meses à frente da Pasta. O dirigente destacou o ineditismo da visita, parte de um périplo do ministro, que ainda nesta sexta-feira visitou as sedes da Força Sindical e da Fiesp, antes de concluir sua agenda com visitas à UGT e à CUT.

“Para nós, essa sua visita é um gesto importante. Aqui não faremos nenhuma reivindicação, pois para isso iremos solicitar reuniões específicas. Mas é importante destacar que essa unidade das centrais é um elemento fundamental, sempre defendido pela CTB desde sua fundação”, afirmou Wagner Gomes.

Para o presidente da CTB-SP, Onofre Gonçalves, o gesto do ministro, ao visitar as centrais, marca uma nova fase na relação entre os sindicalistas e o MTE. “É um inicio totalmente diferente, pois ele mostra outra postura, de bastante diálogo com os trabalhadores”, afirmou.

O secretário de Políticas Sindicais e Relações Institucionais da CTB, Joílson Cardoso, aproveitou a ocasião para expor alguns pontos de vista que norteiam a pauta dos cetebistas junto ao movimento sindical e suas reivindicações ao governo. O dirigente lembrou do apoio incondicional dado pela CTB à então candidata Dilma Rousseff e fez uma defesa da atual Legislação trabalhista do país, com destaque para a unicidade sindical e a contribuição sindical.

“As cobranças que fazemos aqui são para que o governo avance. Precisamos eliminar certos resquícios neoliberais que ainda permeiam diversas estruturas do governo”, disse Cardoso.

Para Wagner Gomes, é preciso que o MTE recupere algumas atribuições que foram deixadas de lado no começo do governo Dilma. “O que queremos é um Ministério forte e esperamos que sua estrutura ganhe musculatura. Sem isso não se revolve nada. Com sua nomeação e com um tratamento igualitário entre as centrais, temos certeza de que o senhor fará uma grande gestão”, afirmou o presidente da CTB.
Fonte: Portal CTB







Mais Informações

2ª via da carteirinha

Solicitação de 2ª via da carteirinha de sindicalizado. É necessário levar 1 foto 3x4 recente na sede do Sindicato.

Formulário de Solicitação clique aqui!

Horário de Atendimento

Segunda a sexta-feira, das 9h às12h e das 14h às 18h.

Informações via email clique aqui!

Atualização de Dados

Para que você possa estar sempre informado e receber nossas notícias é necessário atualizar online os seus dados cadastrais sempre que houver alguma mudança.

Clique aqui para atualizar seus Dados!

Número de Visitantes

Prezado visitantes agradecemos seu acesso em nossa página! Seja bem-vindo(a) sempre que necessário.



Usuários online 1043348 Total de Visitas