Newsletters

Email:

Categoria:

Assinar Remover

Notícias
PDF
Imprimir
E-mail

27/06/2012
Contra golpe, paraguaios realizam dia de protestos em todo país

Apesar tranquilidade vista nas ruas de Assunção, a quarta-feira (26), foi marcada por manifestações em todo o Paraguai, sobretudo no interior do país. Algumas dessas mobilizações resultam das ações da Frente em Defesa da Democracia, lançada na segunda-feira (25). Outras, no entanto, são espontâneas, autogestadas por organizações sociais. A expectativa é que essas ações culminem em um grande protesto em Assunção na sexta-feira (29).

Por Vanessa Silva, de Assunção, para o Vermelho

Manifestaçaõ em Ciudad del Este
Em Ciudad del Este, cidade que faz fronteira com o Brasil, houve uma manifestação na Ponte da Amizade, onde mais de duas mil pessoas interromperam o trânsito da ponte em protesto contra o governo golpista de Federico Franco e pela volta da democracia com o retorno de Fernando Lugo ao poder.

Leia também: Gravador aberto: povo fala o que pensa sobre situação no Paraguai
 
De acordo com o coordenador do jornal E’a, Miguel Armoa, em entrevista concedida ao Vermelho, as pessoas que estiveram no ato em Cuidad del Este estavam “verdadeiramente revoltadas. Havia muita indignação e muitos aliados de partidos tradicionais [Liberal e Colorado] também participaram por não concordarem com” o golpe contra Lugo.

Amoa pontuou que também há pessoas “apáticas, indiferentes com o que acontece no país”, mas “o sentimento geral é de indignação”, ressaltou.

Imprensa

Outro foco de descontentamento da população é com a manipulação das informações. Em Caaguazú, no quinto departamento do Paraguai, uma das palavras de ordem foi “Não veio o Abc Color, não veio Canal 13, nem Telefuturo [veículos tradicionais no Paraguai], porque não querem mostrar o que acontece no país”.

Na localidade, cerca de 1.500 pessoas, entre campesinos e membros da Pastoral Social, professores e muitos jovens, fecharam a estrada 7, uma das mais importantes do país, que liga Assunção a Ciudade Del Leste. Em diversos pontos da estrada campesinos também se manifestaram contra o golpe: “Imprensa nacional golpista!” e “Abc ijapú [Abc mente, em guarani]!”, também foram gritos ouvidos durante o protesto.

Miguel Amoa esclareceu que as pessoas estão revoltadas com a manipulação que a mídia faz da realidade. “Dizem que está tudo calmo, que não tem nada acontecendo, e não é assim. As agências internacionais não falam a verdade sobre o que está acontecendo. Então há uma campanha forte [da mídia] para que as pessoas apoiem o golpe”.

Também houve protestos em Itapúa, San Pedro e Concepción, no interior do país.

Assunção

Em Assunção, os protestos se concentraram em duas frentes: a já “tradicional” resistência na frente da TV Pública e a manifestação no Bañado Sur.

O protesto no Bañado Sur começou as 7 da manhã e durou 3 horas. De acordo com a imprensa local, os manifestantes tiveram que vencer o medo de se manifestar, principalmente entre os “funcionários que recebem ameaças das novas autoridades”. Funcionários públicos estariam proibidos de se manifestar contra o governo.

Em frente à TV Pública, a resistência segue fortalecida. Hoje cerca de 200 pessoas se reuniram para marcar posição contra o golpe de Estado perpetrado contra Lugo.







Mais Informações

2ª via da carteirinha

Solicitação de 2ª via da carteirinha de sindicalizado. É necessário levar 1 foto 3x4 recente na sede do Sindicato.

Formulário de Solicitação clique aqui!

Horário de Atendimento

Segunda a sexta-feira, das 9h às12h e das 14h às 18h.

Informações via email clique aqui!

Atualização de Dados

Para que você possa estar sempre informado e receber nossas notícias é necessário atualizar online os seus dados cadastrais sempre que houver alguma mudança.

Clique aqui para atualizar seus Dados!

Número de Visitantes

Prezado visitantes agradecemos seu acesso em nossa página! Seja bem-vindo(a) sempre que necessário.



Usuários online 1043330 Total de Visitas