Newsletters

Email:

Categoria:

Assinar Remover

Notícias
PDF
Imprimir
E-mail

22/05/2012
Brasil está preparado para enfrentar agravamento da crise, diz ministro

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, voltou a garantir, nesta terça-feira (22), que o Brasil está preparado para enfrentar o agravamento da crise mundial. De acordo com ele, existe no país solidez fiscal, reservas internacionais de mais de US$ 350 bilhões, um forte mercado consumidor e um mercado de trabalho em expansão.

Mantega também destacou que a inflação está em declínio este ano, na comparação com 2011, e o câmbio, mais adequado para a competitividade entre a produção nacional e a estrangeira, já que encarece os produtos importados. O ministro defendeu ainda a liberação de um volume maior de crédito como forma de estimular a economia.

"A situação da economia internacional está se agravando. Isso demonstra que a estratégia de austeridade fiscal na Europa não está dando certo. Não veio acompanhada de medidas de estímulo econômico. A estratégia levará ao baixo crescimento e à recessão no mundo", destacou durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) no Senado para defender as novas regras de cálculo da poupança.

Agravamento
Mantega voltou a avaliar que países como a Grécia, caso não haja uma saída administrada da crise, irão sofrer cada vez mais com o agravamento dos problemas no setor financeiro. Ele lembrou que a crise terá consequências para o resto do planeta já que a comunidade europeia é o segundo mercado do mundo, depois dos Estados Unidos. Com as novas turbulências, há redução no volume de comércio com prejuízos também para o Brasil.

"Mesmo países dinâmicos como a China e a Índia terão redução nos seus crescimentos. Felizmente, o Brasil tem condições de ter crescimento maior do que 2011, quando chegou a 2,7%. Se a crise se agravar as regiões mais afetadas serão o norte da África e a Europa."

Mantega lembrou que o governo tem enfrentado grandes desafios e citou os investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que, segundo ele, cresceram quase 50% até abril em comparação ao mesmo período do ano passado.

"É preciso muitas ações para que o crescimento possa acontecer. Solidez fiscal e controle da inflação, mantendo o câmbio favorável. Ampliar ainda o crédito e reduzir as taxas de juros do sistema financeiro", defendeu.

O ministro disse ainda que é preciso aprofundar as mudanças com a reforma do sistema tributário e a queda de impostos. Mantega defendeu também a diminuição do valor da energia e de logística para redução dos custos da produção. Segundo ele, são desafios que independem da crise e, quando concluídos, tornarão o país mais competitivo.

"O desafio é acelerar os investimentos públicos e privados. O Brasil tem uma vantagem sobre os outros que é um mercado consumidor forte." (Fonte: Agência Brasil)







Mais Informações

2ª via da carteirinha

Solicitação de 2ª via da carteirinha de sindicalizado. É necessário levar 1 foto 3x4 recente na sede do Sindicato.

Formulário de Solicitação clique aqui!

Horário de Atendimento

Segunda a sexta-feira, das 9h às12h e das 14h às 18h.

Informações via email clique aqui!

Atualização de Dados

Para que você possa estar sempre informado e receber nossas notícias é necessário atualizar online os seus dados cadastrais sempre que houver alguma mudança.

Clique aqui para atualizar seus Dados!

Número de Visitantes

Prezado visitantes agradecemos seu acesso em nossa página! Seja bem-vindo(a) sempre que necessário.



Usuários online 1042605 Total de Visitas