Newsletters

Email:

Categoria:

Assinar Remover

Notícias
PDF
Imprimir
E-mail

08/04/2012
Pesquisa CNI-Ibope: aprovação a Dilma Rousseff bate recorde, com 77%

A firmeza da presidente Dilma Rousseff nas decisões de governo rendeu aprovação recorde na forma de governar por parte da população brasileira. A pesquisa CNI-Ibope divulgada, na última quarta-feira (4), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), revela que a avaliação do modo de governar aumentou cinco pontos percentuais em março sobre dezembro, mês do último levantamento, atingindo 77%.
É um percentual superior às avaliações dos presidentes Fernando Henrique Cardoso ( 57%) e Luiz Inácio Lula da Silva (60%) no segundo ano dos seus primeiros mandatos.

A pesquisa mostra haver aumentado também a confiança da população na presidente Dilma, de 68% em dezembro para 72%, enquanto a avaliação positiva do governo - conceito ótimo/bom - permaneceu estável entre uma pesquisa e outra, com 56%.
"O estilo da presidente, mostrando firmeza na substituição de ministros e no relacionamento com a base aliada no Congresso, parece estar tendo uma empatia melhor com a população, que vê Dilma Rousseff mais presente na administração do governo", explicou o gerente-executivo da Unidade de Política Econômica da CNI, Flávio Castelo Branco.

Acrescentou que a retração da atividade econômica, com a estagnação da indústria de transformação, que cresceu apenas 0,1% em 2011 e permanece em baixa neste início de ano, não se reflete na pesquisa porque não afetou o bolso do consumidor. "Estas dificuldades não são percebidas porque o desemprego continua baixo e a inflação está em declínio. Além disso, houve reajuste do salário mínimo", sublinhou Castelo Branco.

Vulnerabilidade
A pesquisa CNI-Ibope informa que as áreas que renderam melhores avaliações ao governo Dilma foram o combate à fome e à pobreza - com 59% de aprovação - e meio ambiente e combate ao desemprego, ambas com 53%.

No polo oposto, questões essencialmente econômicas, como impostos e taxas de juros, continuam enfrentando forte desaprovação. A atuação do governo na cobrança dos impostos foi rejeitada por 65% dos entrevistados e a taxa de juros foi criticada por 55%. A saúde, outro ponto vulnerável do governo, recebeu a desaprovação de 63% da população.

As avaliações por área de atuação em março foram, de maneira geral, melhores do que em dezembro. Sete das nove áreas avaliadas registraram melhora no saldo - diferença entre o percentual de "aprova" e o de "desaprova".

A pesquisa CNI-Ibope ouviu 2.002 pessoas em 142 municípios entre 16 e 19 de março e tem margem de erro de dois pontos percentuais. (Fonte: Notícias CNI)







Mais Informações

2ª via da carteirinha

Solicitação de 2ª via da carteirinha de sindicalizado. É necessário levar 1 foto 3x4 recente na sede do Sindicato.

Formulário de Solicitação clique aqui!

Horário de Atendimento

Segunda a sexta-feira, das 9h às12h e das 14h às 18h.

Informações via email clique aqui!

Atualização de Dados

Para que você possa estar sempre informado e receber nossas notícias é necessário atualizar online os seus dados cadastrais sempre que houver alguma mudança.

Clique aqui para atualizar seus Dados!

Número de Visitantes

Prezado visitantes agradecemos seu acesso em nossa página! Seja bem-vindo(a) sempre que necessário.



Usuários online 951145 Total de Visitas